(54)3342-2377

Notícias

UM NOVO CAMINHO PARA A SUSTENTABILIDADE, MARAU VAMOS FAZER NOSSA PARTE?

"A vez do Estudante,  semana". Comunidade acadêmica bom dia. A semana inicia com uma reflexão da sobre O novo caminho para a sustentabilidade: Marau vamos fazer nossa parte? escrito pela Doutoranda em Engenharia Civil e Ambiental, Leila Dal Moro. Temáticas como essa e outros temas serão expostos semanalmente no site e redes sociais da Assuma, onde o univeristário associado pode expor e expressar suas ideias, sugestões e o conhecimento adquirido em sua área de formação. A Assuma agradece a participação da Leila, e convida a você universitário escrever sua matéria e enviar para o e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

 

UM NOVO CAMINHO PARA A SUSTENTABILIDADE, MARAU VAMOS FAZER NOSSA PARTE?

Estudos mostram que a população mundial atingira 9 bilhões no ano de 2040, com isso a demanda por recursos aumentará, principalmente em termos de alimentação. Nesse sentido, o planeta precisará 50% mais comida, 45% mais energia e 30% mais água.

Encontramo-nos num momento de enormes desafios para o desenvolvimento sustentável. Muitos cidadãos continuam vivendo na pobreza, há enormes disparidades de oportunidades, riqueza e poder. O desemprego continua sendo uma grande preocupação, há ameaças globais de saúde, desastres naturais mais frequentes e intensos, além do deslocamento forçado de pessoas que ameaçam reverter grande parte do progresso do desenvolvimento feito nas últimas décadas.

Este é também, no entanto, um momento de enorme oportunidade, a Agenda 2030 foi criada para colocar o mundo em um caminho mais sustentável e resiliente. A Agenda é um plano de ação para as pessoas, o planeta e a prosperidade. Foi adotada por 193 países-membros das Nações Unidas, inclusive o Brasil, na Cúpula de Desenvolvimento Sustentável, em setembro de 2015

A Agenda consiste em 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e 169 metas, bem como uma seção sobre meios de implementação e de parcerias globais. Os ODS e suas metas serão acompanhados por meio de indicadores. Eles deverão ser alcançados até o ano 2030, o que dá o nome a Agenda. Esses objetivos são relacionados à pobreza, saúde, educação, infraestrutura, água, consumo sustentável, entre outros temas. Essa mudança é realizada em esfera local para o global, cada cidadão, cidade, região, Estado podem e devem abraçar essa causa. Marau nos podemos fazer nossa parte!

 

 

Leila Dal Moro

Gestora Pública

Especialista em Gestão Ambiental e Recursos Hídricos

Mestre em Engenharia Civil e Ambiental

Doutoranda em Engenharia Civil e Ambiental

Mais notícias e informativos